quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

o PQ da minha fome..


o PQ da minha fome..


Bom Dia!

a uma semana na academia ja, a balança estacionada e uma fome de leão!!!!!!!!!!!
faço 1:30 por dia, alternando 50 minutos de aeróbicos e 40 de musculação..
a professora disse: não basta emagrecer, tem que firmar!!!
lendo uma matéria n Boa Forma constatei o obvio....


Localizada e musculação emagrecemSe você quer enxugar o corpo e está pensando em riscar a musculação da agenda para abrir mais espaço para as atividades aeróbicas, pense duas vezes. Os exercícios com carga são importantes para perder gordura e fundamentais para você continuar magra. Saiba o porquêPor Olga Penteado e Renata Menezes

O que acontece no corpoA balança aponta os mesmos 55 quilos de antes. Mas seu jeans favorito está mais justo a cada dia. Infelizmente, o problema não está na calça, mas em você. Até os 25, 30 anos, nossos músculos estão programados para crescer. A partir daí, esse processo estaciona. “No caso dos músculos, se o estímulo é baixo, eles entram em processo de atrofia e perdem volume”, explica Rodrigo G. Dias, fisiologista do exercício e pesquisador da Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício do Instituto do Coração (Incor), de São Paulo.

Menos massa magra é quase sinônimo de mais massa gorda. “Quanto maiores os músculos, mais açúcar e gordura são necessários para mantê-los”, diz Rodrigo. Por outro lado, se perdemos massa magra, o nosso metabolismo cai e as calorias em excesso acabam armazenadas na forma de gordura E a massa gorda, ao contrário da magra, tem metabolismo baixíssimo. Voltando ao seu jeans: como a gordura pesa menos do que os músculos, o ponteiro da balança não mostra a diferença. Em compensação, o volume dos quadris e barriga cresce em virtude da gordura acumulada ­ já que ela ocupa mais espaço que a massa magra. Por isso, é a roupa e não o ponteiro da balança que acusa o problema.

Quanto antes começar, melhor

Não espere o bumbum cair para treinar com carga. Até os 40 anos, basta um pouco de estímulo para recrutar todas as fibras disponíveis e previnir a atrofia. “O exercício com peso não só impede a desativação das fibras como pode incentivar o aparecimento de novas”, fala Rodrigo. O esforço que fazemos ao levantar e abaixar a carga rompe as fibras dos nossos músculos, que são refeitas mais tarde, em repouso. Mas como nosso organismo é esperto e quer prevenir futuras perdas, ele adiciona um pouco mais de volume a essas fibras, provocando o aumento da massa magra.

Depois dos 40 anos, começa o declíno definitivo de massa magra, que pode chegar a 50% do total de músculos na terceira idade. “Cada neurônio do sistema motor rege cerca de mil fibras musculares. Se elas não são usadas, o organismo entende que não há motivo para gastar energia para mantê-las. Assim, o neurônio morre e as fibras desaparecem para sempre”, explica Rodrigo.
+ peso no treino - na balançaUm treino de musculação não é o campeão na queima de calorias. Uma sessão de 60 minutos consome cerca de 300 calorias, contra as 600 de uma aula de spinning. Em compensação, é a melhor atividade para promover o aumento de massa magra. Uma nova tendência do fitness, que ainda é vista como radical, preconiza apenas a combinação musculação e dieta para perda de peso.


“É possível, sem dúvida, emagrecer exercitando-se com carga, contanto que você não aumente a ingestão de calorias”, diz José Maria Santarém, coordenador do Centro de Estudo e Ciências da Atividade Física da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Claro que se você gosta e tem tempo, adicionar atividades aeróbicas, que vão consumir mais intensificadamente os depósitos de gordura, acelera o processo de perda de peso.

“Dois quilos a mais de massa muscular faz com que o organismo consuma 30 calorias a mais por dia. Ao longo de um ano, isso levará à perda de 1 quilo de gordura — note bem, só de gordura, e não de músculos —, desde que você não passe a comer mais”, diz Santarém. O contrário também ocorre: perder 2 quilos de músculo leva à diminuição de 30 calorias diárias no metabolismo, e em um ano você estará 1 quilo mais gorda. Parece pouco, mas ao longo de dez anos, significa 10 quilos a mais de pura gordura! Os especialistas são unânimes: o exercício com carga é o mais eficiente se o principal objetivo da sua malhação é ter um corpo mais bonito, bem modelado e desenhado. Santa musculação!

queria emagrecer mais, mas pelo visto to comendo mto....
podem me ajudar com essa questão?
bjoooo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

o PQ da minha fome..


o PQ da minha fome..


Bom Dia!

a uma semana na academia ja, a balança estacionada e uma fome de leão!!!!!!!!!!!
faço 1:30 por dia, alternando 50 minutos de aeróbicos e 40 de musculação..
a professora disse: não basta emagrecer, tem que firmar!!!
lendo uma matéria n Boa Forma constatei o obvio....


Localizada e musculação emagrecemSe você quer enxugar o corpo e está pensando em riscar a musculação da agenda para abrir mais espaço para as atividades aeróbicas, pense duas vezes. Os exercícios com carga são importantes para perder gordura e fundamentais para você continuar magra. Saiba o porquêPor Olga Penteado e Renata Menezes

O que acontece no corpoA balança aponta os mesmos 55 quilos de antes. Mas seu jeans favorito está mais justo a cada dia. Infelizmente, o problema não está na calça, mas em você. Até os 25, 30 anos, nossos músculos estão programados para crescer. A partir daí, esse processo estaciona. “No caso dos músculos, se o estímulo é baixo, eles entram em processo de atrofia e perdem volume”, explica Rodrigo G. Dias, fisiologista do exercício e pesquisador da Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício do Instituto do Coração (Incor), de São Paulo.

Menos massa magra é quase sinônimo de mais massa gorda. “Quanto maiores os músculos, mais açúcar e gordura são necessários para mantê-los”, diz Rodrigo. Por outro lado, se perdemos massa magra, o nosso metabolismo cai e as calorias em excesso acabam armazenadas na forma de gordura E a massa gorda, ao contrário da magra, tem metabolismo baixíssimo. Voltando ao seu jeans: como a gordura pesa menos do que os músculos, o ponteiro da balança não mostra a diferença. Em compensação, o volume dos quadris e barriga cresce em virtude da gordura acumulada ­ já que ela ocupa mais espaço que a massa magra. Por isso, é a roupa e não o ponteiro da balança que acusa o problema.

Quanto antes começar, melhor

Não espere o bumbum cair para treinar com carga. Até os 40 anos, basta um pouco de estímulo para recrutar todas as fibras disponíveis e previnir a atrofia. “O exercício com peso não só impede a desativação das fibras como pode incentivar o aparecimento de novas”, fala Rodrigo. O esforço que fazemos ao levantar e abaixar a carga rompe as fibras dos nossos músculos, que são refeitas mais tarde, em repouso. Mas como nosso organismo é esperto e quer prevenir futuras perdas, ele adiciona um pouco mais de volume a essas fibras, provocando o aumento da massa magra.

Depois dos 40 anos, começa o declíno definitivo de massa magra, que pode chegar a 50% do total de músculos na terceira idade. “Cada neurônio do sistema motor rege cerca de mil fibras musculares. Se elas não são usadas, o organismo entende que não há motivo para gastar energia para mantê-las. Assim, o neurônio morre e as fibras desaparecem para sempre”, explica Rodrigo.
+ peso no treino - na balançaUm treino de musculação não é o campeão na queima de calorias. Uma sessão de 60 minutos consome cerca de 300 calorias, contra as 600 de uma aula de spinning. Em compensação, é a melhor atividade para promover o aumento de massa magra. Uma nova tendência do fitness, que ainda é vista como radical, preconiza apenas a combinação musculação e dieta para perda de peso.


“É possível, sem dúvida, emagrecer exercitando-se com carga, contanto que você não aumente a ingestão de calorias”, diz José Maria Santarém, coordenador do Centro de Estudo e Ciências da Atividade Física da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Claro que se você gosta e tem tempo, adicionar atividades aeróbicas, que vão consumir mais intensificadamente os depósitos de gordura, acelera o processo de perda de peso.

“Dois quilos a mais de massa muscular faz com que o organismo consuma 30 calorias a mais por dia. Ao longo de um ano, isso levará à perda de 1 quilo de gordura — note bem, só de gordura, e não de músculos —, desde que você não passe a comer mais”, diz Santarém. O contrário também ocorre: perder 2 quilos de músculo leva à diminuição de 30 calorias diárias no metabolismo, e em um ano você estará 1 quilo mais gorda. Parece pouco, mas ao longo de dez anos, significa 10 quilos a mais de pura gordura! Os especialistas são unânimes: o exercício com carga é o mais eficiente se o principal objetivo da sua malhação é ter um corpo mais bonito, bem modelado e desenhado. Santa musculação!

queria emagrecer mais, mas pelo visto to comendo mto....
podem me ajudar com essa questão?
bjoooo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget