quinta-feira, 27 de maio de 2010

10 maneiras fáceis de fechar a boca Confira as sugestões naturais para driblar a gula






 

 

Conheça as 10 sugestões naturais de BOA FORMA

Conheça melhor as dez alternativas naturais de BOA FORMA. Elas vão ajudá-la a enganar o estômago e a reduzir a ansiedade ou outras emoções negativas que costumam fazer você comer além da conta. Nenhuma faz milagre, mas dão aquele apoio para levar a dieta até o fim, sem qualquer contraindicação.


1. Engane a gula


Extraído de algas vermelhas, o ágar-ágar, misturado com água, ganha a consistência de uma gelatina que aumenta seis vezes de volume, ocupando um bom espaço no estômago. Com isso, a sensação de saciedade aparece mais rápido. “É, ainda, rico em queratina, que fortalece unhas e cabelo”, diz o farmacêutico Sylvio Panizza, do Laboratório Fitoterápico Panizza, em São Paulo. Como usar: tomar antes das refeições com bastante água (a dosagem deve ser prescrita por um médico — clínico-geral, endocrinologista ou homeopata).


2. Encolha o estômago


O glucomannan é uma fibra vegetal que funciona como o ágar-ágar, mas ocupa um espaço maior no estômago. Em contato com a água, é transformado num gel que aumenta de oito a 12 vezes de volume. “Ele também envolve as partículas dos alimentos ingeridos, formando um tipo de revestimento que retarda a digestão. Isso faz com que a fome demore mais para dar sinal”, explica a homeopata Márcia Kelman. Como usar: tomar duas horas antes das refeições, com um copo de água (a dosagem deve ser prescrita por um médico).


3. Drible o apetite


“A Garcinia cambogia acelera a queima de calorias (processo chamado de termogênese) e previne o acúmulo de gordura no sangue (na forma de triglicérides)”, diz Márcia Kelman. Esse extrato vegetal, originário da Índia, engana a fome sem agir no sistema nervoso central. “O seu princípio ativo, o ácido hidroxicítrico (HCA), entra na corrente sanguínea e o corpo entende que já existe energia.” Como usar: tomar uma hora antes das refeições (a dose deve ser prescrita por um médico).


4. Resista aos doces


Se sua maior dificuldade é deixar a sobremesa de lado, a indicação é o Gymnema sylvestre. O fitoterápico diminui a vontade de comer doce porque tem propriedades hipoglicemiantes, que retardam a absorção do açúcar no sangue. Esse mecanismo contribui na prevenção de diabetes e doenças cardiovasculares. “O gymnema ainda tem o ácido gimnênico, que reduz a gordura corporal e acelera o metabolismo, favorecendo a queima de calorias”, diz Márcia. Como usar: tomar três vezes ao dia (a dosagem deve ser prescrita por um médico).


5. Inspire aromas


Os óleos essenciais de lavanda e bergamota têm substâncias calmantes e antidepressivas, que aliviam a ansiedade — um gatilho da compulsão a comida. “Quando o aroma entra pelo nariz, o princípio ativo da planta é levado ao sistema límbico, onde fica o hipotálamo — região no cérebro que controla uma série de emoções”, diz Zheca Catão, aromaterapeuta de São Paulo. Como usar: no difusor ou como hidratante (três gotas do óleo essencial em uma colher de sopa de óleo de amêndoa). Preço: 40 reais, 10 ml do óleo


6. Tome gotas de flores


As essências extraídas das flores silvestres também são usadas para reequilibrar as emoções. A linha de florais mais conhecida é a do médico inglês Edward Bach. “A ansiedade, por exemplo, costuma ser tratada com o floral Impatiens. “Mas é importante a avaliação inicial de um terapeuta”, diz a psicóloga Amélia Kassis, da Cia. Zen, em São Paulo. Como usar: quatro gotas, quatro vezes ao dia. Preço: consulta, de 50 a 100 reais; floral, de 5 a 10 reais.


7. Apenas respire


Gente ansiosa costuma respirar mais rápido. Esse ritmo acarreta mais ansiedade e, assim, maior compulsão. Fazer o ciclo completo ajuda acalmar a mente e a compulsão diante de um prato de comida. Como fazer: em pé, eleve os braços estendidos diante do corpo. Abra-os para as laterais, tirando os calcanhares do chão até ficar na ponta dos pés. Volte à posição inicial e repita nove vezes. “Esse movimento estimula uma respiração mais profunda e equilibrada”, garante o professor de medicina chinesa César Pereira da Silva, do Instituto Liu Pai Lin, em São Paulo.


8. Encare as agulhas


Na acupuntura, agulhas finíssimas são espetadas em pontos-chave da pele, produzindo um impulso elétrico que percorre as vias nervosas até chegar ao cérebro, ajudando a redistribuir pelo corpo a energia bloqueada. “No emagrecimento, a técnica é usada para controlar o apetite e aumentar o tônus do estômago, fazendo com que a sensação de saciedade apareça mais rápido. As agulhas ainda são usadas para diminuir a ansiedade e estimular o metabolismo e o intestino”, conta George Dong, acupunturista do Instituto Liu Pai Lin, em São Paulo. Como funciona: de oito a dez sessões, uma vez por semana. Preço: consulta, de 70 a 120 reais; cerca de 60 reais cada aplicação.


9. Use os dedos


De origem chinesa, a automassagem do-in é um caminho suave para diminuir o tamanho da fome. A técnica consiste em pressões feitas com o polegar nos pontos usados pela acupuntura. “Para evitar a busca frenética por comida, o do-in acalma o fluxo de energia do estômago”, diz Juracy Cançado, do Rio de Janeiro, introdutor do método no Brasil. Esse ponto, o E45, está localizado no cruzamento entre a base e a lateral direita da unha do segundo dedo do pé (ao lado do dedão). Como fazer: pressione o ponto E45 por dez minutos, nos dois pés, diariamente, ou de dois a três minutos quando sentir fome fora de hora.


10. Espete a orelha


A acupuntura auricular é semelhante à acupuntura tradicional, mas se limita a estimular pontos energéticos localizados na orelha. “Para reduzir o apetite, são colocadas pequenas agulhas ou sementes nos pontos relacionados ao estômago e à ansiedade”, explica Erica Hitomi Takey, fisioterapeuta da Clínica Zenkai, em São Paulo. Como funciona: durante o tratamento (de oito a dez sessões) as sementes ficam na orelha por uma semana, quando é necessário voltar ao consultório para recolocá-las. Preço: cerca de 30 reais cada sessão.

5 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    adorei amiga, quer dizer que vai tirar nota 10 na prova é? parabens, kkkkk
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Angéli!Uau, que dicas legais! Eu já fiz auriculoterapia (agop. nas orelhas) e posso te garantir que funcionou, o apetite, a gula desapareceu, mas como na época não fazia dieta nem exercicio fisico, então não emagreci, mas também não engordei ;-) por muito tempo. Sem falar que ajudou com a ansiedade, depres.., foi ótimo! Agora o que eu não sabia e que quero experimentar são as gotas florais. Amanhã mesmo vou ver isso.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Oi querida, me diz qual a marca da sua maquina de pão?
    É dificil de mexer?
    Compensa mesmo? Pão fica bom?
    Bjocas

    ResponderExcluir
  4. Amei as dicas. Até comecei a tomar alguns desses fitoterápicos (a Garcinia, por exemplo) que são BEM DIFERENTES dos inibidores de apetite que deixam a gente doida. Mas não tenho persistência e acabo parando...
    Enfim, pra quem conseguir, a dica do ágar-ágar e do glucomannan é ótima.
    Beijão.

    ResponderExcluir
  5. Flor, tem selinho pra você lá no meu blog!!! Espero que goste!!

    Beijos

    ResponderExcluir

quinta-feira, 27 de maio de 2010

10 maneiras fáceis de fechar a boca Confira as sugestões naturais para driblar a gula






 

 

Conheça as 10 sugestões naturais de BOA FORMA

Conheça melhor as dez alternativas naturais de BOA FORMA. Elas vão ajudá-la a enganar o estômago e a reduzir a ansiedade ou outras emoções negativas que costumam fazer você comer além da conta. Nenhuma faz milagre, mas dão aquele apoio para levar a dieta até o fim, sem qualquer contraindicação.


1. Engane a gula


Extraído de algas vermelhas, o ágar-ágar, misturado com água, ganha a consistência de uma gelatina que aumenta seis vezes de volume, ocupando um bom espaço no estômago. Com isso, a sensação de saciedade aparece mais rápido. “É, ainda, rico em queratina, que fortalece unhas e cabelo”, diz o farmacêutico Sylvio Panizza, do Laboratório Fitoterápico Panizza, em São Paulo. Como usar: tomar antes das refeições com bastante água (a dosagem deve ser prescrita por um médico — clínico-geral, endocrinologista ou homeopata).


2. Encolha o estômago


O glucomannan é uma fibra vegetal que funciona como o ágar-ágar, mas ocupa um espaço maior no estômago. Em contato com a água, é transformado num gel que aumenta de oito a 12 vezes de volume. “Ele também envolve as partículas dos alimentos ingeridos, formando um tipo de revestimento que retarda a digestão. Isso faz com que a fome demore mais para dar sinal”, explica a homeopata Márcia Kelman. Como usar: tomar duas horas antes das refeições, com um copo de água (a dosagem deve ser prescrita por um médico).


3. Drible o apetite


“A Garcinia cambogia acelera a queima de calorias (processo chamado de termogênese) e previne o acúmulo de gordura no sangue (na forma de triglicérides)”, diz Márcia Kelman. Esse extrato vegetal, originário da Índia, engana a fome sem agir no sistema nervoso central. “O seu princípio ativo, o ácido hidroxicítrico (HCA), entra na corrente sanguínea e o corpo entende que já existe energia.” Como usar: tomar uma hora antes das refeições (a dose deve ser prescrita por um médico).


4. Resista aos doces


Se sua maior dificuldade é deixar a sobremesa de lado, a indicação é o Gymnema sylvestre. O fitoterápico diminui a vontade de comer doce porque tem propriedades hipoglicemiantes, que retardam a absorção do açúcar no sangue. Esse mecanismo contribui na prevenção de diabetes e doenças cardiovasculares. “O gymnema ainda tem o ácido gimnênico, que reduz a gordura corporal e acelera o metabolismo, favorecendo a queima de calorias”, diz Márcia. Como usar: tomar três vezes ao dia (a dosagem deve ser prescrita por um médico).


5. Inspire aromas


Os óleos essenciais de lavanda e bergamota têm substâncias calmantes e antidepressivas, que aliviam a ansiedade — um gatilho da compulsão a comida. “Quando o aroma entra pelo nariz, o princípio ativo da planta é levado ao sistema límbico, onde fica o hipotálamo — região no cérebro que controla uma série de emoções”, diz Zheca Catão, aromaterapeuta de São Paulo. Como usar: no difusor ou como hidratante (três gotas do óleo essencial em uma colher de sopa de óleo de amêndoa). Preço: 40 reais, 10 ml do óleo


6. Tome gotas de flores


As essências extraídas das flores silvestres também são usadas para reequilibrar as emoções. A linha de florais mais conhecida é a do médico inglês Edward Bach. “A ansiedade, por exemplo, costuma ser tratada com o floral Impatiens. “Mas é importante a avaliação inicial de um terapeuta”, diz a psicóloga Amélia Kassis, da Cia. Zen, em São Paulo. Como usar: quatro gotas, quatro vezes ao dia. Preço: consulta, de 50 a 100 reais; floral, de 5 a 10 reais.


7. Apenas respire


Gente ansiosa costuma respirar mais rápido. Esse ritmo acarreta mais ansiedade e, assim, maior compulsão. Fazer o ciclo completo ajuda acalmar a mente e a compulsão diante de um prato de comida. Como fazer: em pé, eleve os braços estendidos diante do corpo. Abra-os para as laterais, tirando os calcanhares do chão até ficar na ponta dos pés. Volte à posição inicial e repita nove vezes. “Esse movimento estimula uma respiração mais profunda e equilibrada”, garante o professor de medicina chinesa César Pereira da Silva, do Instituto Liu Pai Lin, em São Paulo.


8. Encare as agulhas


Na acupuntura, agulhas finíssimas são espetadas em pontos-chave da pele, produzindo um impulso elétrico que percorre as vias nervosas até chegar ao cérebro, ajudando a redistribuir pelo corpo a energia bloqueada. “No emagrecimento, a técnica é usada para controlar o apetite e aumentar o tônus do estômago, fazendo com que a sensação de saciedade apareça mais rápido. As agulhas ainda são usadas para diminuir a ansiedade e estimular o metabolismo e o intestino”, conta George Dong, acupunturista do Instituto Liu Pai Lin, em São Paulo. Como funciona: de oito a dez sessões, uma vez por semana. Preço: consulta, de 70 a 120 reais; cerca de 60 reais cada aplicação.


9. Use os dedos


De origem chinesa, a automassagem do-in é um caminho suave para diminuir o tamanho da fome. A técnica consiste em pressões feitas com o polegar nos pontos usados pela acupuntura. “Para evitar a busca frenética por comida, o do-in acalma o fluxo de energia do estômago”, diz Juracy Cançado, do Rio de Janeiro, introdutor do método no Brasil. Esse ponto, o E45, está localizado no cruzamento entre a base e a lateral direita da unha do segundo dedo do pé (ao lado do dedão). Como fazer: pressione o ponto E45 por dez minutos, nos dois pés, diariamente, ou de dois a três minutos quando sentir fome fora de hora.


10. Espete a orelha


A acupuntura auricular é semelhante à acupuntura tradicional, mas se limita a estimular pontos energéticos localizados na orelha. “Para reduzir o apetite, são colocadas pequenas agulhas ou sementes nos pontos relacionados ao estômago e à ansiedade”, explica Erica Hitomi Takey, fisioterapeuta da Clínica Zenkai, em São Paulo. Como funciona: durante o tratamento (de oito a dez sessões) as sementes ficam na orelha por uma semana, quando é necessário voltar ao consultório para recolocá-las. Preço: cerca de 30 reais cada sessão.

5 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    adorei amiga, quer dizer que vai tirar nota 10 na prova é? parabens, kkkkk
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Angéli!Uau, que dicas legais! Eu já fiz auriculoterapia (agop. nas orelhas) e posso te garantir que funcionou, o apetite, a gula desapareceu, mas como na época não fazia dieta nem exercicio fisico, então não emagreci, mas também não engordei ;-) por muito tempo. Sem falar que ajudou com a ansiedade, depres.., foi ótimo! Agora o que eu não sabia e que quero experimentar são as gotas florais. Amanhã mesmo vou ver isso.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Oi querida, me diz qual a marca da sua maquina de pão?
    É dificil de mexer?
    Compensa mesmo? Pão fica bom?
    Bjocas

    ResponderExcluir
  4. Amei as dicas. Até comecei a tomar alguns desses fitoterápicos (a Garcinia, por exemplo) que são BEM DIFERENTES dos inibidores de apetite que deixam a gente doida. Mas não tenho persistência e acabo parando...
    Enfim, pra quem conseguir, a dica do ágar-ágar e do glucomannan é ótima.
    Beijão.

    ResponderExcluir
  5. Flor, tem selinho pra você lá no meu blog!!! Espero que goste!!

    Beijos

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget