sábado, 29 de outubro de 2011

Inchaço ou ganho de peso?

boa noite pessoas!!!!!

ando retendo liquido, li uma matéria bem legal sobre esse probleminha...



Inchaço ou ganho de peso Inchaço ou ganho de peso?


Antes de perder o sono, esclareça suas dúvidas sobre a retenção de líquidos e adote os hábitos certos para reduzir o mal-estar!
Por que isso acontece?
Não há humor que resista. Você faz a sua parte, ficando de olho na alimentação e na atividade física, e quando chega a hora de subir na balança, vê que está mais pesada. Se a surpresa vem acompanhada de barriga inflada, pés e pernas pesadas e aquela sensação de corpo inchado, bingo! Você deve estar retendo líquido.
O problema pode ter várias causas. “O edema (ou inchaço) normalmente é resultado da oscilação hormonal ou da alimentação desequilibrada”, explica o endocrinologista Filippo Pedrinola, de São Paulo. “Mas também pode indicar problemas renais, cardíacos ou uma disfunção da tireoide, que atrapalham a diurese”, completa. Ou seja, o mais importante é entender o seu corpo para identificar quando o inchaço merece ser investigado. A boa notícia é que, na maioria das vezes, ele não é motivo de preocupação, e pode ser aliviado – e até evitado – com mudanças simples de hábitos. Consultamos os especialistas para responder nossas dúvidas mais comuns sobre esse assunto. Acompanhe.
TPM | Pílula anticoncepcional
P – Por que fico inchada na TPM?
R -
“Porque nessa fase acontece uma alteração nos níveis de estrogênio e progesterona, hormônios femininos que, quando em alta, tendem a reter líquidos no corpo e dificultar a eliminação”, explica a endocrinologista Amanda Athayde, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). Por isso é que você sente os seios pesados e doloridos e a barriga inchada nesse período. A médica avisa que, nas duas semanas que antecedem a menstruação, é normal a balança acusar em média 2 quilos além do peso normal, que, se forem causados pela retenção hídrica, vão embora naturalmente. Uma dica é pedir para o seu médico prescrever um suplemento em cápsulas à base de cálcio, manganês, magnésio e ácido gamalinoleico, substâncias que ficam reduzidas no período pré-menstrual, mas que são poderosas para evitar o inchaço.
P – Comecei a tomar pílula anticoncepcional e minhas calças estão mais apertadas. Tem alguma relação?
R –
A pílula lança hormônios no corpo, por isso pode inchar, sim. Ainda sobre medicamentos, os usados para controlar a hipertensão, aqueles à base de cortisona e os anti-infl amatórios comuns, que muita gente compra na farmácia para acabar com dor muscular ou de cabeça, também podem inchar. “Eles alteram os níveis de sódio no organismo”, explica Pedrinola. E, como você já sabe, sódio demais é acúmulo de água na certa.
Alimentação | Sal
P – E o que eu devo comer para ajudar a desinchar?
R -
As vitaminas B1, B5 e B6 (encontradas em grãos integrais, carne vermelha, frutas, legumes e verduras em geral, além de laticínios desnatados) impedem o armazenamento de água no corpo, por isso não podem faltar na dieta. Assim como as proteínas. “As de origem animal (carnes, ovos e derivados do leite) puxam água do interior das células de gordura e jogam na circulação, facilitando a diurese”, fala Samantha. E é bom saber que certos legumes e frutas são especialmente benéficos contra o inchaço por serem abundantes em água: melancia, melão, abacaxi, morango, agrião, alface, erva-doce, pepino, chuchu e berinjela são alguns exemplos.
P – É verdade que sal demais retém líquido?
R -
A nutróloga Samantha Enande, de São Paulo, explica que o principal vilão nessa história é o sódio, que deveria ser evitado, mas é consumido em excesso por quase todo mundo, na forma de sal de cozinha e em alimentos industrializados, como molhos prontos, conservas, embutidos e até biscoitos doces. O mineral promove o acúmulo de líquidos nos tecidos e provoca edema. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que cada pessoa não ultrapasse 2,4 gramas de sódio (cerca de 5 gramas de sal) por dia, mas um estudo recente da Universidade de São Paulo (USP) revelou que o brasileiro consome quase o dobro disso: 4,5 gramas de sódio (aproximadamente 10 gramas de sal) diariamente.
Chás | Drenagem linfática
P – É verdade que drenagem linfática alivia o inchaço?
R -
Sim. “Essa massagem feita com manobras suaves leva o líquido acumulado entre as células (chamado de linfa e composto de água, toxinas e resíduos do metabolismo) até os gânglios linfáticos, espécie de canais por onde vai escoar de volta para a circulação para que seja eliminado pelos órgãos excretores”, descreve a fisioterapeuta Vera Fernandes, do Centro de Bem-Estar Khora, em São Paulo. O resultado é uma limpeza interna e o alívio do inchaço já nas primeiras sessões. A recomendação para quem sofre com a retenção hídrica é adotar a drenagem como um hábito, sobretudo no período pré-menstrual, e fazer até duas aplicações por semana.
P – Chás diuréticos funcionam?
R -
Os de carqueja e de cavalinha têm efeito comprovado, mas é bom saber que a maioria dos chás, de preferência quando não adoçados, podem contribuir para a excreção de líquidos – com exceção do chá preto, já que a cafeína tem efeito antidiurético. Mas isso não quer dizer que vale abusar. “O excesso de líquidos pode provocar uma diurese forçada e acabar desidratando o organismo”, alerta Samantha Enande.
Água | Cerveja
P – Tenho a impressão de que vou ficar mais inchada se beber muita água. É isso mesmo?
R – Pode parecer estranho, mas é importante garantir os líquidos apesar do inchaço. “Isso vai estimular a função renal, de fi ltrar os líquidos e substâncias químicas do sangue e lançá-las na circulação, facilitando a eliminação”, explica Pedrinola. Mas o melhor é apostar na água, água-decoco ou suco de fruta diluído. Isotônicos são indicados depois da malhação intensa, pois contêm sódio, assim como os refrigerantes.
P – Quando tomo cerveja faço bastante xixi. Isso desincha?
R –
Não se iluda: você vai mesmo sentir vontade de ir ao banheiro depois de um ou dois copos de cerveja, mas é porque precisa eliminar a água da própria bebida, e não o líquido retido no corpo.
Malhação | Horário
P – Malhar ajuda a eliminar água?
R -
Ajuda. A contração dos músculos pressiona os gânglios linfáticos (na virilha, axilas, atrás dos joelhos, barriga), auxiliando a eliminação de líquidos. Uma boa opção é o jump, que age como uma drenagem porque os saltos ativam os gânglios linfáticos. O professor de educação física Mauricio Antunes, da Triathon Academia, em São Paulo, destaca também as aulas aquáticas. “A pressão da água ativa a circulação e estimula a diurese”. diz. Ótima escolha para grávidas, vítimas do inchaço.
P – Por que incho no final do dia?
R –
Não é uma questão do horário, mas da ação da gravidade. Depois de um dia inteiro em pé ou sentada, os líquidos que deveriam circular via sangue e linfa pelo corpo ficam estacionados nos membros inferiores. É por isso que você percebe as pernas pesadas e os pés apertados dentro do sapato. Quando você se deita, acontece uma redistribuição desses fluidos – tanto é que, quando se levanta na manhã seguinte, vê que o inchaço se foi.
Descubra como se livrar da retenção hídrica
Tire o saleiro da mesa
Assim, você evita abusar do sódio. Experimente substituir o sal por limão e ervas (orégano, manjericão, hortelã…) para acompanhar a salada. Maneire também na ingestão de condimentos (mostarda, ketchup, molhos prontos) e pratos industrializados (como pizza, lasanha, hambúrguer), que contêm o mineral em excesso.
Mexa-se
Se você trabalha muito tempo sentada, levante-se a cada hora e dê uma volta. Na cadeira, suba e desça os calcanhares mantendo a ponta dos pés no chão (como se estivesse malhando panturrilhas) e gire os tornozelos.
Vá para a ginástica
Os exercícios estimulam a circulação e o fluxo de líquidos e nutrientes pelo corpo, evitando a formação de edemas.
Faça uma autodrenagem
Com este passo a passo, você mobiliza os líquidos e facilita a excreção. Pode ser após o banho: 1. Sentada, deslize algumas vezes as mãos umedecidas em creme do tornozelo até o joelho. 2. Em pé, repita várias vezes o mesmo movimento do joelho até a virilha, dando atenção especial à parte interna da coxa. 3. Com um braço estendido à frente, escorregue a mão oposta aberta desde o cotovelo até a axila, passando por toda a circunferência do braço. 4. Deslize as mãos (uma sobre a outra) fazendo círculos pequenos em sentido horário em torno do umbigo.

FONTE: Boa Forma

Um comentário:

  1. Oi Angeli! Obrigada por sua visitinha no meu blog.
    Tô voltando aos poucos e com vontade de mudar bastante antes do novo ano.
    Tudo de bom pra ti!
    Beijos!

    ResponderExcluir

sábado, 29 de outubro de 2011

Inchaço ou ganho de peso?

boa noite pessoas!!!!!

ando retendo liquido, li uma matéria bem legal sobre esse probleminha...



Inchaço ou ganho de peso Inchaço ou ganho de peso?


Antes de perder o sono, esclareça suas dúvidas sobre a retenção de líquidos e adote os hábitos certos para reduzir o mal-estar!
Por que isso acontece?
Não há humor que resista. Você faz a sua parte, ficando de olho na alimentação e na atividade física, e quando chega a hora de subir na balança, vê que está mais pesada. Se a surpresa vem acompanhada de barriga inflada, pés e pernas pesadas e aquela sensação de corpo inchado, bingo! Você deve estar retendo líquido.
O problema pode ter várias causas. “O edema (ou inchaço) normalmente é resultado da oscilação hormonal ou da alimentação desequilibrada”, explica o endocrinologista Filippo Pedrinola, de São Paulo. “Mas também pode indicar problemas renais, cardíacos ou uma disfunção da tireoide, que atrapalham a diurese”, completa. Ou seja, o mais importante é entender o seu corpo para identificar quando o inchaço merece ser investigado. A boa notícia é que, na maioria das vezes, ele não é motivo de preocupação, e pode ser aliviado – e até evitado – com mudanças simples de hábitos. Consultamos os especialistas para responder nossas dúvidas mais comuns sobre esse assunto. Acompanhe.
TPM | Pílula anticoncepcional
P – Por que fico inchada na TPM?
R -
“Porque nessa fase acontece uma alteração nos níveis de estrogênio e progesterona, hormônios femininos que, quando em alta, tendem a reter líquidos no corpo e dificultar a eliminação”, explica a endocrinologista Amanda Athayde, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). Por isso é que você sente os seios pesados e doloridos e a barriga inchada nesse período. A médica avisa que, nas duas semanas que antecedem a menstruação, é normal a balança acusar em média 2 quilos além do peso normal, que, se forem causados pela retenção hídrica, vão embora naturalmente. Uma dica é pedir para o seu médico prescrever um suplemento em cápsulas à base de cálcio, manganês, magnésio e ácido gamalinoleico, substâncias que ficam reduzidas no período pré-menstrual, mas que são poderosas para evitar o inchaço.
P – Comecei a tomar pílula anticoncepcional e minhas calças estão mais apertadas. Tem alguma relação?
R –
A pílula lança hormônios no corpo, por isso pode inchar, sim. Ainda sobre medicamentos, os usados para controlar a hipertensão, aqueles à base de cortisona e os anti-infl amatórios comuns, que muita gente compra na farmácia para acabar com dor muscular ou de cabeça, também podem inchar. “Eles alteram os níveis de sódio no organismo”, explica Pedrinola. E, como você já sabe, sódio demais é acúmulo de água na certa.
Alimentação | Sal
P – E o que eu devo comer para ajudar a desinchar?
R -
As vitaminas B1, B5 e B6 (encontradas em grãos integrais, carne vermelha, frutas, legumes e verduras em geral, além de laticínios desnatados) impedem o armazenamento de água no corpo, por isso não podem faltar na dieta. Assim como as proteínas. “As de origem animal (carnes, ovos e derivados do leite) puxam água do interior das células de gordura e jogam na circulação, facilitando a diurese”, fala Samantha. E é bom saber que certos legumes e frutas são especialmente benéficos contra o inchaço por serem abundantes em água: melancia, melão, abacaxi, morango, agrião, alface, erva-doce, pepino, chuchu e berinjela são alguns exemplos.
P – É verdade que sal demais retém líquido?
R -
A nutróloga Samantha Enande, de São Paulo, explica que o principal vilão nessa história é o sódio, que deveria ser evitado, mas é consumido em excesso por quase todo mundo, na forma de sal de cozinha e em alimentos industrializados, como molhos prontos, conservas, embutidos e até biscoitos doces. O mineral promove o acúmulo de líquidos nos tecidos e provoca edema. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que cada pessoa não ultrapasse 2,4 gramas de sódio (cerca de 5 gramas de sal) por dia, mas um estudo recente da Universidade de São Paulo (USP) revelou que o brasileiro consome quase o dobro disso: 4,5 gramas de sódio (aproximadamente 10 gramas de sal) diariamente.
Chás | Drenagem linfática
P – É verdade que drenagem linfática alivia o inchaço?
R -
Sim. “Essa massagem feita com manobras suaves leva o líquido acumulado entre as células (chamado de linfa e composto de água, toxinas e resíduos do metabolismo) até os gânglios linfáticos, espécie de canais por onde vai escoar de volta para a circulação para que seja eliminado pelos órgãos excretores”, descreve a fisioterapeuta Vera Fernandes, do Centro de Bem-Estar Khora, em São Paulo. O resultado é uma limpeza interna e o alívio do inchaço já nas primeiras sessões. A recomendação para quem sofre com a retenção hídrica é adotar a drenagem como um hábito, sobretudo no período pré-menstrual, e fazer até duas aplicações por semana.
P – Chás diuréticos funcionam?
R -
Os de carqueja e de cavalinha têm efeito comprovado, mas é bom saber que a maioria dos chás, de preferência quando não adoçados, podem contribuir para a excreção de líquidos – com exceção do chá preto, já que a cafeína tem efeito antidiurético. Mas isso não quer dizer que vale abusar. “O excesso de líquidos pode provocar uma diurese forçada e acabar desidratando o organismo”, alerta Samantha Enande.
Água | Cerveja
P – Tenho a impressão de que vou ficar mais inchada se beber muita água. É isso mesmo?
R – Pode parecer estranho, mas é importante garantir os líquidos apesar do inchaço. “Isso vai estimular a função renal, de fi ltrar os líquidos e substâncias químicas do sangue e lançá-las na circulação, facilitando a eliminação”, explica Pedrinola. Mas o melhor é apostar na água, água-decoco ou suco de fruta diluído. Isotônicos são indicados depois da malhação intensa, pois contêm sódio, assim como os refrigerantes.
P – Quando tomo cerveja faço bastante xixi. Isso desincha?
R –
Não se iluda: você vai mesmo sentir vontade de ir ao banheiro depois de um ou dois copos de cerveja, mas é porque precisa eliminar a água da própria bebida, e não o líquido retido no corpo.
Malhação | Horário
P – Malhar ajuda a eliminar água?
R -
Ajuda. A contração dos músculos pressiona os gânglios linfáticos (na virilha, axilas, atrás dos joelhos, barriga), auxiliando a eliminação de líquidos. Uma boa opção é o jump, que age como uma drenagem porque os saltos ativam os gânglios linfáticos. O professor de educação física Mauricio Antunes, da Triathon Academia, em São Paulo, destaca também as aulas aquáticas. “A pressão da água ativa a circulação e estimula a diurese”. diz. Ótima escolha para grávidas, vítimas do inchaço.
P – Por que incho no final do dia?
R –
Não é uma questão do horário, mas da ação da gravidade. Depois de um dia inteiro em pé ou sentada, os líquidos que deveriam circular via sangue e linfa pelo corpo ficam estacionados nos membros inferiores. É por isso que você percebe as pernas pesadas e os pés apertados dentro do sapato. Quando você se deita, acontece uma redistribuição desses fluidos – tanto é que, quando se levanta na manhã seguinte, vê que o inchaço se foi.
Descubra como se livrar da retenção hídrica
Tire o saleiro da mesa
Assim, você evita abusar do sódio. Experimente substituir o sal por limão e ervas (orégano, manjericão, hortelã…) para acompanhar a salada. Maneire também na ingestão de condimentos (mostarda, ketchup, molhos prontos) e pratos industrializados (como pizza, lasanha, hambúrguer), que contêm o mineral em excesso.
Mexa-se
Se você trabalha muito tempo sentada, levante-se a cada hora e dê uma volta. Na cadeira, suba e desça os calcanhares mantendo a ponta dos pés no chão (como se estivesse malhando panturrilhas) e gire os tornozelos.
Vá para a ginástica
Os exercícios estimulam a circulação e o fluxo de líquidos e nutrientes pelo corpo, evitando a formação de edemas.
Faça uma autodrenagem
Com este passo a passo, você mobiliza os líquidos e facilita a excreção. Pode ser após o banho: 1. Sentada, deslize algumas vezes as mãos umedecidas em creme do tornozelo até o joelho. 2. Em pé, repita várias vezes o mesmo movimento do joelho até a virilha, dando atenção especial à parte interna da coxa. 3. Com um braço estendido à frente, escorregue a mão oposta aberta desde o cotovelo até a axila, passando por toda a circunferência do braço. 4. Deslize as mãos (uma sobre a outra) fazendo círculos pequenos em sentido horário em torno do umbigo.

FONTE: Boa Forma

Um comentário:

  1. Oi Angeli! Obrigada por sua visitinha no meu blog.
    Tô voltando aos poucos e com vontade de mudar bastante antes do novo ano.
    Tudo de bom pra ti!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget