quarta-feira, 9 de junho de 2010



ALIMENTAÇÃO RICA EM FIBRAS AJUDA A REDUZIR MEDIDAS!



Antes de tudo é bom deixar claro que nenhum alimento tem o poder sozinho de queimar calorias ou modelar o corpo. Para essa finalidade é necessário aliar também as atividades físicas como complemento da vida saudável. Os resultados que a pessoa pode atingir dependerá muito da ingestão de certos nutrientes que contribuem de alguma maneira.

É o caso das fibras (presentes nas frutas, verduras, legumes, cereais, entre outros) que exerce o “poder” de envolver o alimento gorduroso como uma película e evitar a entrada da gordura no sangue. As fibras agem como “protetora” até a formação das fezes e, em seguida, a gordura é eliminada sem ser absorvida. Contudo, de nada adianta exagerar nos alimentos gordurosos e achar que as fibras vão ajudar a eliminar a gordura e, assim, reduzir medidas abdominais. O segredo é saber balancear as refeições e também praticar exercícios.

Insolúveis e Solúveis

As fibras solúveis têm a capacidade de se dissolverem na água e tornarem-se pastosas. Um dos tipos é a pectina, encontrado em frutas (como a maçã), nozes, legumes, vegetais e em certas gomas e mucilagens (presente em sementes e algumas secreções de plantas). Age especialmente no estômago e no intestino delgado e sua função é atuar na elevação da saciedade, atrasando a absorção da glicose (consequentemente eleva a glicemia e reduz as chances de formação da gordura corporal). Outro benefício é a diminuição dos níveis elevados de colesterol do sangue.

Já as fibras do tipo insolúveis contêm a presença de fitoquímicos (substâncias ativas que o organismo absorve e contribuem para a saúde como um todo, até mesmo na prevenção de algumas doenças, como câncer e problemas cardíacos).

Os dois tipos precisam de água para que a movimentação intestinal seja facilitada. Atuam contra o mau funcionamento do intestino, já que contribuem diretamente para a formação e consistência adequada das fezes, além de facilitar a passagem mais rápida no intestino. Tanto a solúvel como a insolúvel são igualmente importantes e podem estar presentes num só alimento. Temos como exemplo a maçã, que possui a celulose insolúvel na casca, enquanto a polpa é uma rica fonte de fibra solúvel.

A camada externa de um grão (que apresenta a maior parte das fibras) é removida na refinação. Por isso os alimentos de grão integrais, como arroz, macarrão e pão (a base de trigo integral) são boas fontes de fibras, com as vantagens de: fazer bem ao processo digestivo; evitar a absorção de gordura e ainda proporcionar satisfação. O organismo metaboliza as proteínas e as gorduras mais lentamente do que as fibras, por isso a pessoa não sentirá fome tão cedo.

Dica: Procure comer as cascas de batatas, maçãs e outras frutas e legumes. Desta forma você aumentará a ingestão de fibras.

Confira a lista de alimentos ricos em fibras:
- Alface;
- Couve;
- Repolho;
- Espinafre;
- Quiabo;
- Ervilha;
- Vagem;
- Mamão;
- Maçã;
- Laranja;
- Iogurte Natural;
- Semente de Linhaça.



Matéria por Dionisio Alexandrini Neto - Jornalista – caloriasinteligentes.com.br
Fontes: Livro: Alimentos Saudáveis / Alimentos Perigosos – Guia Prático Para Uma Alimentação Rica e Saudável; Editora Reader’s Digest.
Livro: Calorias Inteligentes – Programa de Reeducação Alimentar!

4 comentários:

  1. Adorei o post, sabia alguns benefício das fibras mas tinha algumas dúvidas...bjks linda!!

    ResponderExcluir
  2. Amiga, o dia que minha draga atacar apenas 200 calorias eu dou um prêmio pra ela, haha!!!

    Bjusss

    ResponderExcluir
  3. Oi, vim retribuir sua visitinha e tambem ficarei de olho em ti.
    Muita força na trajetoria.
    Bj.....

    ResponderExcluir
  4. Não sabia que o iogurte natural tinha fibras, não gosto do sabor porque é azeeedo.. mas coloco um tiquim de geléia de morango e desce..kkk será que adianta?
    valeu demais pelas informações e dicas amiga!
    beijo!

    ResponderExcluir

quarta-feira, 9 de junho de 2010



ALIMENTAÇÃO RICA EM FIBRAS AJUDA A REDUZIR MEDIDAS!



Antes de tudo é bom deixar claro que nenhum alimento tem o poder sozinho de queimar calorias ou modelar o corpo. Para essa finalidade é necessário aliar também as atividades físicas como complemento da vida saudável. Os resultados que a pessoa pode atingir dependerá muito da ingestão de certos nutrientes que contribuem de alguma maneira.

É o caso das fibras (presentes nas frutas, verduras, legumes, cereais, entre outros) que exerce o “poder” de envolver o alimento gorduroso como uma película e evitar a entrada da gordura no sangue. As fibras agem como “protetora” até a formação das fezes e, em seguida, a gordura é eliminada sem ser absorvida. Contudo, de nada adianta exagerar nos alimentos gordurosos e achar que as fibras vão ajudar a eliminar a gordura e, assim, reduzir medidas abdominais. O segredo é saber balancear as refeições e também praticar exercícios.

Insolúveis e Solúveis

As fibras solúveis têm a capacidade de se dissolverem na água e tornarem-se pastosas. Um dos tipos é a pectina, encontrado em frutas (como a maçã), nozes, legumes, vegetais e em certas gomas e mucilagens (presente em sementes e algumas secreções de plantas). Age especialmente no estômago e no intestino delgado e sua função é atuar na elevação da saciedade, atrasando a absorção da glicose (consequentemente eleva a glicemia e reduz as chances de formação da gordura corporal). Outro benefício é a diminuição dos níveis elevados de colesterol do sangue.

Já as fibras do tipo insolúveis contêm a presença de fitoquímicos (substâncias ativas que o organismo absorve e contribuem para a saúde como um todo, até mesmo na prevenção de algumas doenças, como câncer e problemas cardíacos).

Os dois tipos precisam de água para que a movimentação intestinal seja facilitada. Atuam contra o mau funcionamento do intestino, já que contribuem diretamente para a formação e consistência adequada das fezes, além de facilitar a passagem mais rápida no intestino. Tanto a solúvel como a insolúvel são igualmente importantes e podem estar presentes num só alimento. Temos como exemplo a maçã, que possui a celulose insolúvel na casca, enquanto a polpa é uma rica fonte de fibra solúvel.

A camada externa de um grão (que apresenta a maior parte das fibras) é removida na refinação. Por isso os alimentos de grão integrais, como arroz, macarrão e pão (a base de trigo integral) são boas fontes de fibras, com as vantagens de: fazer bem ao processo digestivo; evitar a absorção de gordura e ainda proporcionar satisfação. O organismo metaboliza as proteínas e as gorduras mais lentamente do que as fibras, por isso a pessoa não sentirá fome tão cedo.

Dica: Procure comer as cascas de batatas, maçãs e outras frutas e legumes. Desta forma você aumentará a ingestão de fibras.

Confira a lista de alimentos ricos em fibras:
- Alface;
- Couve;
- Repolho;
- Espinafre;
- Quiabo;
- Ervilha;
- Vagem;
- Mamão;
- Maçã;
- Laranja;
- Iogurte Natural;
- Semente de Linhaça.



Matéria por Dionisio Alexandrini Neto - Jornalista – caloriasinteligentes.com.br
Fontes: Livro: Alimentos Saudáveis / Alimentos Perigosos – Guia Prático Para Uma Alimentação Rica e Saudável; Editora Reader’s Digest.
Livro: Calorias Inteligentes – Programa de Reeducação Alimentar!

4 comentários:

  1. Adorei o post, sabia alguns benefício das fibras mas tinha algumas dúvidas...bjks linda!!

    ResponderExcluir
  2. Amiga, o dia que minha draga atacar apenas 200 calorias eu dou um prêmio pra ela, haha!!!

    Bjusss

    ResponderExcluir
  3. Oi, vim retribuir sua visitinha e tambem ficarei de olho em ti.
    Muita força na trajetoria.
    Bj.....

    ResponderExcluir
  4. Não sabia que o iogurte natural tinha fibras, não gosto do sabor porque é azeeedo.. mas coloco um tiquim de geléia de morango e desce..kkk será que adianta?
    valeu demais pelas informações e dicas amiga!
    beijo!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget